IPV - Instituto de Pastoral Vocacional



Busca



Loja Vocacional


Caderno Vocacional - Caminhos 2017
Instituto de Pastoral Vocacional


Caderno Vocacional - Caminhos 2017
Instituto de Pastoral Vocacional




Chamados pelo nome
Xavier Pikaza


Projeto Emaús
Dom Eurico dos Santos Veloso



mais produtos


Recados

"Olá, muito bom poder contar com este espaço interativo; que nos ajuda sempre buscar reinventar novas maneiras de fazer conhecer e amar Jesus. Parabéns! Ir. Antonia - canossiana."


Ir. Maria Antonia





Artigos

 
  
 

Sede de misericórdia, ponto de partida e de chegada da animação vocacional

01.08.2016

CONVERSÃO PASTORAL

  • Mudança interior, de mentalidade, de discurso, sair do comodismo, sem negociar os valores do Reino.

 

TESTEMUNHAS DA MISERICÓRDIA

  • Apresentar o rosto misericordioso de Deus, através dos exemplos de profetas e da própria Palavra divina, especialmente das parábolas dos evangelhos, e favorecer experiências concretas de misericórdia.
  • Escutar, acolher e amar os vocacionados/as na sua história pessoal e realidade social, familiar, política e religiosa, respeitando ritmos e maturidade de cada um, levando-os a ter a certeza de serem amados por Deus Pai, através da amizade e da fraternidade das nossas comunidades, e os ajudando a compreender suas experiências de vida, percebendo suas fraquezas e limitações também como manifestação da misericórdia divina.

 

FORTALECIMENTO DA CULTURA VOCACIONAL: RUMO A UMA PRÁXIS DE MISERICÓRDIA QUE GERA ESPERANÇA

  • Que a animação vocacional seja realizada na messe, na sociedade e na Igreja, em todos os ambientes, com testemunho e coerência de vida, com paixão pela própria vocação e amor pelo serviço e missão, na gratuidade.
  • Valorizar o outro como vocacionado e promover o seu protagonismo, para que seja capaz de transformar situações adversas em oportunidades e sinais de vida, e adote uma prática coerente de vida, na compreensão da ecologia integral.
  • Rezar pelas vocações.
  • Envolver a família no processo de animação vocacional.
  • Propor um SAV em saída, em vista da aproximação ao outro.
  • Estar atento à dimensão política da vocação, reconhecendo os espaços sociais e políticos também como sagrados e geradores de vínculos e transformações.
  • Investir permanentemente no serviço de animação vocacional.



jad