IPV - Instituto de Pastoral Vocacional



Busca



Loja Vocacional


Chamados pelo nome
Xavier Pikaza


Projeto Emaús
Dom Eurico dos Santos Veloso




Bíblia: a grande companheira
Patrizio Rota Scalabrini


Pedi ao Dono da messe que mande operários
IPV



mais produtos


Recados

"Olá, muito bom poder contar com este espaço interativo; que nos ajuda sempre buscar reinventar novas maneiras de fazer conhecer e amar Jesus. Parabéns! Ir. Antonia - canossiana."


Ir. Maria Antonia





Artigos

 
  
 

HORA SANTA PELO 50º DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

08.04.2013

 

HORA SANTA PELO 50º DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

 

Dia 21 de Abril de 2012 – IV Domingo de Páscoa – Festa do Bom Pastor

 

“As vocações sinal da esperança fundada na fé”

 

Refrão de interiorização

Tu és Senhor o meu Pastor, por isso nada em minha vida faltará.

Tu és Senhor o meu Pastor, por isso nada em minha vida faltará.

Anim. Hoje a Igreja celebra em todo o mundo o Dia Mundial de Oração pelas vocações sacerdotais e religiosas.  O Papa Paulo VI instituiu esse dia de unânime invocação a Deus Pai para que continue a enviar operários para a sua Igreja (cf. MT 9,38) . Somado ao problema do número suficiente de sacerdotes , dos quais depende o futuro da sociedade cristã, mas também porque este problema é o indicador concreto e inexorável da vitalidade de fé e amor das paróquias e  dioceses, esse dia favorece fortemente o empenho por se consolidar sempre mais, no centro da espiritualidade, a ação pastoral e da oração dos fiéis, a importância das vocações para o sacerdócio e a vida consagrada. Nesse ano, em sua 50ª edição, somos convidados a refletir o tema: “As Vocações sinal da esperança fundada na fé”, num contexto que se integra ao Ano da Fé e no cinqüentenário da abertura do Concilio Vaticano II. Queremos elevar ao Senhor um hino de agradecimento e de louvor pelas vocações, além de suplicar que envie sempre mais operários para Sua Messe e cuide dos que já disseram seu Sim. A Animação e a Oração pelas Vocações é responsabilidade de toda Igreja. Com alegria advinda do Ressuscitado, acolhamos Jesus Cristo Sacramentado. 

Canto de Exposição do Santíssimo Sacramento:

 

- Cantemos a Jesus Sacramentado! / Cantemos ao Senhor!/ Deus está aqui, / dos anjos

adorado! /Adoremos / a Cristo Redentor!

Glória a Cristo Jesus! / Céus e terra, bendizei ao Senhor! / Louvor e glória a ti, o’ Rei da

Glória! /Amor eterno a ti, o’Deus de Amor!

- Unamos nossas vozes aos cantares / do coro celestial! / Deus está aqui! / Ao brilho dos

altares / exaltemos com gozo angelical!

-Jesus, acende em nós a viva chama / do mais fervente amor. / Deus está aqui! / Está porque

nos ama, /como Pai, como amigo e benfeitor!

-Ergamos a Jesus o nosso canto, / pedindo proteção! / Deus está aqui / a dar consolo santo /

para nossa sublime salvação!

 

Dir.: Graças e louvores se deem a todo momento (3x).

Todos: Ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento.

 

Dir.: Nos te adoramos Senhor Jesus, neste Santíssimo Sacramento , prova de teu amor por nós. Tu quisestes ficar conosco, apesar do nosso pecado, para que pudéssemos caminhar contigo. Sede Ó Jesus Bom Pastor nosso alimento e nosso verdadeiro sustento, nos ajudando a Te adorar e sempre participar do Teu banquete, para assim vos servirmos melhor.

 

Todos: Diante de vós Jesus, nos encontramos nesse Altar que se renova a cada Santo Sacrifício, numa atitude de comprometimento com a oração vocacional, firme no desejo de fermentar o seu Reino e suplicar: “A Messe é grande e poucos são os operários. Mandai, pois, operários para a Vossa Messe”.Daí-nos a graça da perseverança na busca da Tua Santa vontade e da fidelidade na oração.

 

Canto: Glória a Cristo Jesus! / Céus e terra, bendizei ao Senhor! / Louvor e glória a ti, o’ Rei da Glória! /Amor eterno a ti, o’Deus de Amor!

 

Dir.: Jesus O Bom Pastor nos indicou o caminho seguro para obtermos numerosas vocações: a oração humilde e perseverante. Em união com toda Igreja, rezemos:

 

Todos: Ó Senhor Deus, vós que deseja a conversão do pecador e não seu fim, suplicamos-te que pelas mãos excelsas da Virgem Maria e todos os Santos e Santas, que concedas maior número de operários e operárias para Tua Igreja, que trabalhando com Cristo, se dediquem e sacrifiquem pelas almas. Por nosso Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

Leitor 1: Ó Deus Todo Poderoso, infinito em bondade e em misericórdia, nós vos louvamos , pois olhando a história da salvação do povo de Israel, notamos a sua providencial fidelidade , que sempre se renovou mesmo diante da infidelidade humana.

Todos (cantando): Por nós fez maravilhas, / louvemos o Senhor.

 

Leitor 2: Senhor Jesus Cristo, o Ressuscitado, redentor do mundo, agradecemos-te pois continuas a dirigir-nos a sua palavra, chamando-nos a realizar a nossa vida contigo, que És o único capaz de saciar nossa sede de esperança.

Todos (cantando): Por nós fez maravilhas, / louvemos o Senhor.

 

Leitor 1: Espírito Santo, força do alto, ajuda-nos a mergulhar em profunda oração diante do Senhor Jesus presente na Eucaristia, de modo que, esta experiência com o Cristo Eucarístico nos motive a um generoso testemunho de adesão ao Evangelho, uma paixão missionária que nos induza à doação pelo Teu Reino, alimentada pela recepção dos sacramentos, especialmente a Eucaristia, e por uma fervorosa vida de oração.

Todos (cantando): Por nós fez maravilhas, / louvemos o Senhor.

 

Leitor 2: Creio Senhor na Eucaristia, que é o alimento  para viver plenamente a minha vocação e viver o amor ao próximo, em cujo rosto se aprende a vislumbrar o de Cristo Senhor.

Todos (cantando): Por nós fez maravilhas, / louvemos o Senhor.

 

Canto: A árvore plantada na beira do rio /Pode vir a seca ela não murchará/ Pois suas raízes estão perto da água/Mesmo no calor do sol, ela dará frutos

Fala Senhor, fala Senhor (Bis)

Dir.: Ouçamos com o coração aberto a Palavra que Deus nos dirige neste Evangelho de Jo 10,27-30

 

(Breve momento de silêncio para oração pessoal meditando o Evangelho.)

 

Leitor 1. Uma verdade consoladora e instrutiva que emerge de toda a história da salvação é a fidelidade de Deus à aliança, com a qual Se comprometeu e que renovou sempre que o homem a rompeu pela infidelidade, pelo pecado, desde o tempo do dilúvio (cf. Gn 8,21-22) até o êxodo e ao caminho no deserto (cf. Dt 9,7).

Todos (cantando): Eu confio em Nosso Senhor / Com fé, esperança e amor. (bis)

 

Leitor 2. O fundamento seguro de toda a esperança está aqui: Deus nunca nos deixa sozinhos e permanece fiel à palavra dada. Por este motivo, em toda a situação, seja ela feliz ou desfavorável, podemos manter uma esperança firme, rezando como salmista: “ Só em Deus descansa a minha alma, d’Ele vem a minha esperança” (Salmo 62 (61), 6). Portanto ter esperança equivale a confiar no Deus fiel, que mantém as promessas da aliança. Por isso, a fé e a esperança estão intimamente unidas.

Todos (cantando) – Aquele que vos chamou,/ aquele que vos chamou/ é fiel, é fiel. / Fiel é aquele que vos chamou.

 

Leitor 3. O desabrochar das vocações nascem da experiência do encontro pessoal com Cristo, do diálogo sincero e familiar com Ele, para entrar na sua vontade. Por isso é necessário crescer na experiência de fé, entendida como profunda relação com Jesus, como escuta interior da sua voz que ressoa dentro de nós

Todos (cantando): Só por ti, Jesus, quero me consumir / Como vela que queima no altar, / Me consumir de amor. Só em ti, Jesus, quero me derramar, / Como rio se entrega ao mar, / Me derramar de amor.

     Pois Tu és o meu amparo, o meu refúgio, / És a alegria de minh’alma. / Só em ti repousa a minha esperança, não vacilarei, / E, mesmo na dor, quero seguir até o fim. / Só por ti, Jesus. (2x)

 

Dir.:  Abramos o nosso coração, irmãos, para agradecer ao divino Bom Pastor as maravilhas que Ele opera em nós.  (A assembleia responde em 2 coros: A e B)

Lado A: O Amor de Deus é para sempre e sempre fiel.

Lado B: Sua bondade e misericórdia permanecem para sempre.

 

Todos(cantado): Provai e vede como Deus é bom/ Feliz de quem no seu amor confia/ Em Jesus Cristo se faz graça e dom/ Se faz palavra e Pão na Eucaristia.

 

Lado A: A fidelidade do Senhor é a verdadeira força motriz da história da salvação

Lado B: Que faz vibrar os corações e nos confirma na esperança de chegar um dia à Terra Prometida

 

Todos (cantado): Provai e vede como Deus é bom/ Feliz de quem no seu amor confia/ Em Jesus Cristo se faz graça e dom/ Se faz palavra e Pão na Eucaristia.

 

Lado A: A fidelidade de Deus à qual podemos confiar com firme esperança

Lado B: Consiste no Seu Amor.

 

Todos (cantado): Provai e vede como Deus é bom/ Feliz de quem no seu amor confia/ Em Jesus Cristo se faz graça e dom/ Se faz palavra e Pão na Eucaristia.

 

Lado A: Deus cuida do homem desde a criação até o fim dos tempos, quando completar o seu desígnio de salvação

Lado B: No Senhor Ressuscitado, temos a certeza da nossa esperança.

 

Todos (cantado): Provai e vede como Deus é bom/ Feliz de quem no seu amor confia/ Em Jesus Cristo se faz graça e dom/ Se faz palavra e Pão na Eucaristia.

 

Dir.: Sereis felizes por servir, sereis testemunhas daquela alegria que o mundo não pode dar, sereis chamas vivas de um amor infinito e eterno, aprendereis a “dar a razão da vossa esperança”( 1 Ped 3,15)

 

Todos (cantado): Provai e vede como Deus é bom/ Feliz de quem no seu amor confia/ Em Jesus Cristo se faz graça e dom/ Se faz palavra e Pão na Eucaristia.

 

Dir.: Invoquemos a Deus Pai todo-poderoso, que ressuscitou nosso Rei e Salvador Jesus Cristo, e digamos confiantes:

 

(Cantado): Envia, envia,  Senhor, / operários para a messe. / Escuta, escuta esta prece, / multidões te esperam, Senhor!

 

Leitor 1. Vós que sois a confiança da Igreja, nascida do lado aberto de Teu Filho na cruz, fazei de nós testemunhas do vosso amor pela Igreja e por toda humanidade.

 

Leitor 2. Vós, que nós salvastes pela fé, fazei com que sempre vivamos fielmente segundo as promessas de nosso batismo.

 

Leitor 3. Vós que quisestes que Teu Filho Jesus tivesse a família de Nazaré, te pedimos de modo especial pelas nossas famílias, para que sejam terra boa de onde surgem as vocações para Te servir em favor da humanidade.

 

Leitor 4. Vós que enviaste até nós Teu Filho Jesus, o Sumo e Eterno Sacerdote, enviai Senhor santos ministros ordenados, convictos de serem “Auxiliadores de Deus”, religiosos dispostos a viver a radicalidade da prioridade a Deus e a seu Reino com profetismo a serviço no mundo, e por fiéis leigos dispostos a viver como sal da terra e luz do mundo.

 

Leitor 5. Por meio de Teu Filho nos ensinai a pedir e trabalhar pelas vocações, abençoai a Pastoral Vocacional /Serviço de Animação Vocacional, que cada vez mais seu trabalho seja fecundo e faça nascer no seio de nossas paróquias e comunidades, santas, sábias e sadias vocações.

 

(Preces espontâneas e concluir com a oração do Pai Nosso)

 

 

Canto: Sou Bom Pastor ovelhas guardarei, não tenho outro oficio nem terei, quantas vidas eu tiver, eu lhes darei.

 

Rito da Bênção do Santíssimo (onde houver a presença do ministro ordenado)

 

Oração Vocacional

 

Filho de Deus, enviado pelo Pai para junto dos homens de todos os tempos e de todas as partes da terra! Invocamos-vos por meio de Maria, vossa e nossa Mãe: fazei com que na Igreja não faltem vocações, em particular as de especial consagração ao vosso Reino. Jesus, único Salvador do mundo! Pedimos-vos pelos nossos irmãos e pelas nossas irmãs, que responderam "sim" ao vosso apelo ao sacerdócio, à vida consagrada e à missão. Fazei com que as suas existências se renovem no dia-a-dia, tornando-se Evangelho vivo. Senhor misericordioso e santo, continuai a enviar novos trabalhadores para a messe do vosso Reino! Ajudai aqueles que Vós chamais para o vosso seguimento neste nosso tempo: fazei com que, contemplando o vosso rosto, eles respondam com alegria à maravilhosa missão, que lhes confiais para o bem do vosso Povo e de todos os homens. Vós, que sois Deus, viveis e reinais com o Pai e o Espírito Santo, nos séculos dos séculos. Amém! 



Papa - Francisco I