IPV - Instituto de Pastoral Vocacional



Busca



Loja Vocacional


Vem e segue-me - Para turmas da Crisma
Pe. Elias Silva


Vem e segue-me - Para turmas da Eucaristia
Pe. Elias Silva




Caderno Vocacional - Caminhos 2018 a 2021
cor azul


Caderno Vocacional - Caminhos 2018 a 2021
cor laranja



mais produtos


Recados

"Olá, muito bom poder contar com este espaço interativo; que nos ajuda sempre buscar reinventar novas maneiras de fazer conhecer e amar Jesus. Parabéns! Ir. Antonia - canossiana."


Ir. Maria Antonia





Artigos

 
  
 

Vocação 360 graus

26.06.2019


O Pré Congresso Vocacional do Brasil para a Vida Religiosa e Consagrada foi realizado de 21 a 23 de junho de 2019 nas dependências do Colégio Marista (Maristinha), em Brasília (DF), reunindo 190 religiosos e religiosas de 90 congregações e institutos de vida consagrada. O evento foi promovido pelo Instituto de Pastoral Vocacional (IPV) e pela Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB). O tema, “Vocação 360 graus”, e o lema, “Mostra-me, Senhor, os teus caminhos” (Sl 25,4), foram trabalhados pela assessora, Ir. Susana Rocca, Missionária de Cristo Ressuscitado, nas manhãs dos três dias. Nas tardes foram realizados trabalhos em grupos, com oficinas no dia 21 e análise do questionário de preparação ao Congresso no dia 22.

Ir. Clotilde Prates de Azevedo, religiosa Apostolina e assessora do Setor Juventudes da CRB Nacional, e Pe. Juarez Albino Destro, religioso Rogacionista e Diretor Presidente do IPV, foram os moderadores. Os cinco momentos litúrgicos durante o Pré Congresso, muito bem conduzidos pela equipe, apresentaram o perfil ideal do animador vocacional, conforme o recente Sínodo dos Bispos sobre a Fé, o Discernimento e a Juventude: o olhar amoroso, a atenção à Palavra, o aproximar-se, o caminhar lado a lado, o testemunho e serviço. Ir. Maria Inês Ribeiro, Presidente da CRB Nacional, Ir. Teresa Boschetto, Presidente do IPV, Pe. Elias Silva, Coordenador Nacional da Pastoral Vocacional, e a Sra. Aparecida Guadalupe Cafaro, Presidente da Conferência Nacional dos Institutos Seculares (CNIS), desejaram – em suas falas – que o evento em preparação ao grande 4º Congresso Vocacional do Brasil seja um momento de graça e que venha fortalecer ainda mais o espírito vocacional na Igreja do Brasil.

Ir. Susana Rocca, através de uma metodologia participativa, conduziu com leveza as reflexões, salientando que a pastoral vocacional deve, acima de tudo, dialogar com as “juventudes”, saber onde elas estão e como estão, sendo sensível ao sentir e ao sofrer daqueles aos quais devemos acompanhar. Há muitos desafios no acompanhamento vocacional, dentre os quais o contexto político, socioeconômico e cultural; o mundo do trabalho e do estudo; o núcleo familiar; as redes sociais; a violência, auto-mutilação e suicídio; a afetividade-sexualidade, castidade, homossexualidade, auto-estima/auto-realização. A partir do Texto-base do 4º Congresso Vocacional do Brasil, propôs a reflexão acerca das 4 dimensões do acompanhamento vocacional: humano-afetiva, comunitária, espiritual e missionária. Destacou a dimensão espiritual como “experiência fundante”, deixando claro que não existirá autêntica pastoral vocacional se não criarmos momentos, lugares, dinâmicas de acompanhar a experiência de Deus. A dimensão espiritual é um processo, supondo crescimento, atualização da experiência do transcendente, através de mediações como oração, meditação, liturgia, estudo, formação que contribua na dimensão místico-profética-engajada. 

Sublinhou a contribuição que a experiência religiosa-espiritual oferece ao desenvolvimento da resiliência, entendida como a “capacidade de recuperar-se depois de um trauma, doença, vencer as crises e provas, aprender com as experiências dolorosas, tentando transformar situações adversas em novas perspectivas.” Segundo Ir. Susana, nossa missão de animadores vocacionais deve ser como que de tutores da resiliência, pessoas que acreditam na potencialidade das pessoas, que sabem ouvir e ter um vínculo empático para ajudar o outro a desenvolver suas capacidades de superação. Reforçou a importância do “testemunho de nossas casas”, sendo espaço de intimidade e familiaridade. Pontuou a necessidade de convivermos com a diversidade de dons e carismas, com as diferenças intergeracionais, de gênero, interculturais etc.. Por fim, a assessora lembrou aos congressistas que o objetivo maior em qualquer serviço de animação vocacional é a fidelidade ao Projeto de Deus, numa contínua e salutar purificação da memória, do perdão e do exercício da gratidão com chave vocacional.

Os quase 200 congressistas se dividiram em seis oficinas, previamente escolhidas, cada qual com um assessor: Cultura Digital e Vocação (assessoria de Pe. Reinaldo de Sousa Leitão); Dimensão humano-afetiva no acompanhamento vocacional (Ir. Maria José Xavier da Costa); Metodologia e planejamento vocacional (Pe. Geraldo Tadeu Furtado); Missão, mística e profecia na animação vocacional (Pe. Joachim Andrade); Juventudes e Vocação (Pe. Edicarlos Alves da Conceição); Projeto de Vida (Ir. Francesca Carotenuto).

No dia reservado para responder ao questionário enviado pela Equipe Organizadora do 4º Congresso Vocacional do Brasil, os congressistas se dividiram em quase 20 grupos. As sete perguntas foram organizadas em uma síntese, que, após aprovação da plenária, foi encaminhada à comissão do evento de setembro, em Aparecida (SP).
No último dia, com muito vigor e alegria, todos cantaram – com coreografia – o Hino Oficial do 4º Congresso Vocacional. Foto oficial, sorteio de brindes, testemunhos, convivência, reflexões e agradecimentos marcaram a conclusão do Pré Congresso Vocacional. E que venha, agora, o Congresso!

Pe. Juarez Albino Destro, rcj
(colaboraram: Ir. Nair de Oliveira, sts,
Ir. Fabiana Regina Garcia, MdI-PIME,
Frei Tailer Douglas Ferreira, OSA)



jad